Capturas de tela

Descrição

O aplicativo tem como objetivo promover a ação protetiva às pessoas em situação de vulnerabilidade. Desenvolvido pela Polícia Militar do Estado de São Paulo, o aplicativo possibilita que pessoas abrangidas por medida protetiva concedida pela Justiça, acionem o serviço de emergência 190 nos casos de risco à integridade física ou a própria vida.

Como funciona:
Após obter na Justiça medidas protetivas contra a pessoa agressora, a interessada poderá se cadastrar e ter acesso ao aplicativo para que, no caso de descumprimento da determinação judicial pelo agressor, acione o serviço de emergência 190, por meio do dispositivo móvel, dispensando o contato pelo telefone 190. Através do aplicativo, quando realizado o acionamento, a localização aproximada da solicitante é enviada para o serviço de emergência.
Caso não seja habilitado o GPS ou indisponibilidade de rede de dados móveis no dispositivo, o sistema não possibilitará o acionamento para a abertura de ocorrência, sendo necessário o contato telefônico através do 190.

Novidades

Versão 2.0.0

- Novo layout
- Aperfeiçoamento da gestão de usuários
- Inclusão do número do processo no cadastro

Avaliações e opiniões

3.0 de 5
26 avaliações

26 avaliações

Lis bete ,

Todas as mulheres

Deveria ser para todas as mulheres pois assim mesmo as que não estivessem com medidas protetivas e presenciassem algum tipo de agressão poderiam denunciar, pois as vezes as vítimas não tem como fazerem. Apesar disso acredito que esse App já é um avanço na proteção às mulheres.

Bia ama tdo isso... ,

Mudança urgente...direito a todas!!!

Já que estão fazendo, a constituição mesmo diz... direito iguais a todos... então pq essa discriminação??? Só tem essa proteção através do app que tiver a medida protetiva??? E aquelas que sofrem , apanham , são xingadas de alguma forma não tem essa proteção??? Precisao apanhar até morrer ou tentar alguma ajuda policial??? Já é tarde....
Se esse app fossem para todas seria ótimo... pq muitas vezes meninas que voltam de trabalho e escola estão sendo abusadas, atacadas não por seu marido , companheiro... enfim um estuprador e com certeza que não dá pra ligar 190 ou qq outro número... mas se a mulher já fez o cadastro e colocou seus dados , celular na qual localiza por gps... e se a polícia chegar em 5 minutos como dizem.... muitas violências nesse caso podem passar a diminuir... e nesse caso a menina não teria medida protetiva nunca de terceiro que é o caso do estuprador, mas sim um avanço da polícia de chegar no local e conseguir e impedir o pior.... enfim houve mudança , mas no meu ponto de vista essa mudança e para somente alguns!!!! Vamos tentar estender a todas!!!!!

lindeza123 ,

Não funciona

Diz q não tem medida protetiva, mas tenho

Privacidade do app

O desenvolvedor, Policia Militar do Estado de Sao Paulo, não forneceu detalhes sobre suas práticas de privacidade e gerenciamento de dados à Apple. Para obter mais informações, consulte a política de privacidade do desenvolvedor.

Nenhum detalhe fornecido

O desenvolvedor será requisitado a fornecer detalhes de privacidade ao enviar a próxima atualização do app.

Compatível com

  • Compartilhamento familiar

    Até seis membros da família poderão usar este app com o Compartilhamento familiar ativado.

Mais deste desenvolvedor

Você também pode curtir