NOS BASTIDORES

Elas ganham para ver YouTube

Neverthink: Handpicked videos

Entretenimento

VER

Neverthink: Handpicked videos apresenta vídeos de internet em canais temáticos com a curadoria de editores. É como uma TV ambiente – daquele tipo que você deixa ligada enquanto cozinha, arruma a casa ou simplesmente não sabe o que assistir.

Para alimentar esses canais, os editores do Neverthink, sediado em Helsinque, na Finlândia, assistem a vídeos do YouTube o dia inteiro, literalmente.

Noa Junno (18) faz a curadoria dos canais Lifestyle, Creativity e Millenial AF. “Eu sempre gostei de assistir a muitos desses vídeos, e agora faço isso todos os dias no meu trabalho!”, diverte‑se.

Os vídeos fofos do canal AWWW são selecionados por uma editora de 17 anos

Junno assiste a centenas de vídeos por dia. “E isso só no trabalho”, continua. “Depois de assistir a todos eles, ainda sobra tempo para ver mais vídeos no meu tempo livre...”

Maija Mäkelä (16) é a mais nova curadora do Neverthink. Ela trabalha remotamente a maior parte do tempo, e poucas horas por dia, cuidando dos canais Learn Something e Making Stuff.

“Nem parece um trabalho”, diz. “Imagino que todo mundo faz uma pausa depois da escola para assistir a vídeos no YouTube, Netflix, ou qualquer outra coisa. É basicamente o que eu faço, só que sou paga por isso.”

Claro que não são apenas adolescentes que fazem a curadoria dos vídeos do Neverthink, mas a média de idade é absurdamente baixa

E o que essas editoras buscam em um bom vídeo? Eles precisam ser curtos, interessantes, surpreendentes e ter uma produção de qualidade – vídeos sem sentido, com a imagem ruim e tremida, não passam pelo crivo.

Sanni Leppä (17), que cuida do canal AWWW, é uma expert em tudo que é adorável. “Eu procuro vídeos de qualidade que tenham alguma música de fundo fofa”, ela diz.

“Um animal bonitinho que não seja tão comum – elefantes bebês e pandas vermelhos são meus favoritos!”

O Neverthink quer reinventar a forma de surfar pelos canais para a geração YouTube

Isso soa como o trabalho dos sonhos para a maioria dos adolescentes – e quando essas editoras do Neverthink contam o que fazem no trabalho, as reações vão de surpresa à admiração.

“Imagino que as pessoas achem que seja legal, e elas têm razão – é bem legal mesmo”, diz Mäkelä.

Leppä completa: “As reações vão de ‘Como assim? Mentira’ a ‘Você é muito sortuda’ – e, finalmente, ‘Me arruma um emprego lá?’”

Por isso, da próxima vez que se sentir perdido com tantas opções de vídeos para assistir, você já sabe o que fazer. Sente‑se, escolha um canal e deixe que Noa, Sanni, Maija e seus colegas cuidem do resto.

    Neverthink: Handpicked videos

    Entretenimento

    VER