CONHECE O PROGRAMADOR

Grid: das consolas para os telemóveis

GRID™ Autosport

Corrida de qualidade

VER

Cada vez mais, os criadores estão a tornar possível o impossível. Um exemplo disso é GRID Autosport, um jogo de corridas de topo criado há alguns anos, especificamente para consolas. É o tipo de jogo que dificilmente poderia ser jogado num dispositivo que cabe na palma da mão, correto? Errado! O estúdio Feral Interactive não só acaba de transferir o jogo para os dispositivos móveis, como também reinventou os controlos e criou gráficos ainda mais atraentes.

“Adaptar um jogo de corridas desta envergadura e qualidade para iOS exigiu muito planeamento bem antes de iniciarmos o processo de desenvolvimento”, afirma Edwin Smith, responsável de design da Feral. “O que sempre foi evidente para a nossa equipa era que não queríamos apenas criar o jogo para iOS, mas sim criá-lo da melhor forma possível”.

Assim, a equipa, que começou pequena e chegou aos 30 membros, decidiu que os gráficos do jogo deveriam ser tão bons, ou ainda melhores, do que os do jogo para consola, o que fez com que a equipa se focasse em texturas mais detalhadas e numa melhor resolução. Enquanto que a versão para a Xbox 360 era executada em 720p, no iOS é executada em 1080p, com reflexos de alta resolução e efeitos de partículas, tudo nuns estáveis 30 frames por segundo.

A Feral também deu particular atenção aos controlos, responsáveis pelo sucesso ou fracasso de qualquer jogo de corridas. Podes conduzir os teus carros favoritos inclinando o aparelho ou tocando no volante virtual no ecrã. A primeira opção foi a mais difícil de configurar, uma vez que a equipa precisou de neutralizar movimentos não intencionais, comuns quando se joga em viagem no comboio ou no autocarro.

“Posso confirmar que os controlos por inclinação foram testados diariamente num comboio com um trajeto cheio de solavancos”, brinca Edwin. “O nosso desafio com os controlos teve um final feliz e agora consigo ser mais rápido a jogar GRID no iPhone do que era na consola”.

E se és exigente quanto à configuração dos controlos, então estás com sorte. É possível personalizar praticamente todas as funcionalidades do jogo. Podes alterar a sensibilidade do 3D Touch e das curvas de aceleração, ou desligar o controlo de tração e as mudanças automáticas. Além disso, o jogo é compatível com comandos de videojogos.

Do ponto de vista técnico, a Feral também incluiu vários outros recursos, como a tecnologia Metal, para atingir um visual melhorado, a vibração tátil e a gravação com ReplayKit.

Mas será que Edwin imaginava ser possível transportar para os dispositivos móveis um jogo que exigia tanto da consola?

“Para ser sincero, sim! Sempre pensei que seria possível. O que eu nunca imaginei é que seria responsável por um projeto como este”, afirma.

“A primeira vez que tive esta ideia foi há 10 anos, quando comecei a trabalhar no primeiro iPhone. Levei-o para a Feral no dia do lançamento e insisti que deveríamos criar apps para o dispositivo. Na altura, estávamos focados nos jogos para Mac, mas agora, 10 anos depois, tenho um iPhone X que executa jogos da Feral com gráficos ainda mais impressionantes no iOS do que no Mac”.

    GRID™ Autosport

    Corrida de qualidade

    VER