INTRODUÇÃO À FOTOGRAFIA

Mas afinal o que é uma imagem RAW?

É a forma de criar fotos de alta qualidade através de edição. Vê aqui.

Pssst, aqui vai um segredo: quando tiras uma foto com a app nativa da câmara do teu iPhone, não vês exatamente aquilo que o sensor da câmara “vê”.

Antes de a imagem poder ser visualizada, é processada: a luz captada pelo sensor, recolhida sob a forma de zeros e uns, tem de ser convertida numa imagem. Mas o processamento de imagem da Apple faz mais do que isso: também torna a imagem tão vívida e nítida como na vida real, através de redução automática de ruído, de aperfeiçoamento e de compensação de desequilíbrios que os nossos olhos detetam mas as câmaras não.

Resumidamente, transforma as informações recolhidas pelo sensor numa bela fotografia que não ocupa muito espaço no teu iPhone e está pronta a ser partilhada com o mundo. (Muito fixe, não é?)

Um ficheiro de imagem RAW salta esta etapa do processamento. Mas contém mais dados capturados pelo sensor e consegues ter controlo total sobre o processamento da imagem. É por isso que é raw (“cru”).

Entendi, mas porque quero eu tal coisa?
As imagens RAW exigem um pouco mais de trabalho de edição e ocupam mais espaço. No entanto, obténs muito mais dados do sensor com os quais trabalhar, o que resulta em maior controlo sobre fatores como a amplitude dinâmica, cores e ruído.

O resultado é uma imagem incrivelmente detalhada, totalmente personalizável e de qualidade super-elevada.

Os adeptos da fotografia analógica podem ver a coisa desta maneira: com uma imagem JPEG ou HEIC normal, é como levar os negativos para um laboratório e permitir que o técnico decida como revelá-los. Com uma imagem RAW, és tu quem faz todo o trabalho na sala escura.

Há apenas alguns anos atrás, as imagens RAW só eram disponibilizadas aos profissionais que dispunham de câmaras DSLR. Agora, iremos mostrar-te como podes usar o teu telefone para capturar imagens RAW e editá-las, criando fotos do outro mundo. E tudo no teu iPhone.

Mas então como é que faço uma dessas incríveis fotos RAW?
Utilizando uma das várias apps que recorrem às funcionalidades de imagens RAW da Apple, tirar uma foto RAW é semelhante a tirar uma foto normal. Neste caso, iremos usar a app Halide.

Descarrega e abre a app, depois desliza para cima na barra de ferramentas superior (acima do triângulo amarelo). Seleciona a definição RAW até que fique amarela.

Agora estás a postos para capturar a tua imagem. Fotografa normalmente! Provavelmente, nem notarás qualquer diferença. A magia das imagens RAW manifesta‑se no momento de editar.

OK, tenho a imagem. Como faço para editá‑la?
Depois de tirares a foto, toca na miniatura no canto inferior esquerdo para a observares.

No canto superior direito, verás duas opções: RAW e JPEG (ou HEIC, dependendo das tuas configurações). Toca em ambas para veres a diferença e não te preocupes se a imagem RAW parecer pior: menos contraste, menos vivacidade e menos amplitude dinâmica para iluminar os pormenores escuros e evitar que destaques (como um céu brilhante) expludam. Corrigiremos tudo isto enquanto editamos.

Para editar a imagem, toca na miniatura no canto inferior esquerdo para que possas navegar por todas as tuas fotos. Toca numa e depois toca nos dois triângulos na parte inferior do ecrã para migrar a foto para uma das nossas apps de edição favoritas: Darkroom.

Ao contrário de um ficheiro JPEG ou HEIC, a temperatura de cor e a tonalidade de uma imagem RAW podem ser totalmente ajustadas sem quaisquer distorções de cor. Uma ótima notícia se não tiveres definido na perfeição o equilíbrio de brancos ao fotografar ou se quiseres enfatizar as cores que viste na vida real.

Toca no botão com os controlos deslizantes e desce até chegares a Temperatura (para ajustar o equilíbrio laranja/azul) e Matiz (para ajustar o equilíbrio verde/magenta).

Em seguida, utilizaremos as informações adicionais fornecidas pelo sensor da câmara para recuperar os realces e dar ênfase aos negros. Ajusta as barras Brilhos e Sombras ou, se estiveres interessado em algo mais avançado, espreita o separador Curvas.

Tal como nas apps profissionais de edição para desktop, podes ajustar as curvas para cima ou para baixo de forma a aumentar ou diminuir níveis específicos de exposição na imagem. Queres enfatizar os negros? Pega no ponto no lado esquerdo do histograma e arrasta‑o para cima. Queres apenas suavizar um pouco o céu? Pega no ponto superior e arrasta‑o para baixo.

Em seguida, vamos executar parte do processamento que normalmente é automático quando usas a app da Câmara. Com uma imagem RAW, o controlo é nosso.

Ajusta o controlo deslizante Saturação até que as cores te pareçam bem, ou utiliza a barra Vivacidade, que ajuda a evitar que as cores já saturadas fiquem sobressaturadas.

Aumenta a nitidez até que a imagem fique com bom aspeto e definida. As fotos de paisagem geralmente beneficiam de uma nitidez mais elevada, enquanto que a mesma dose num retrato não favorece a imagem.

Como podes ver aqui, as imagens RAW ficam especialmente boas em situações de pouca luz ou em cenas com grande amplitude dinâmica (como um pôr do sol).

E é isto! Imagens de alta qualidade estão à tua espera. O poder do sensor da câmara do iPhone passou a estar completamente nas tuas mãos.

    Halide Camera

    Fotografia e vídeo

    VER

    Darkroom – Photo Editor

    Editor de fotos rápido

    VER