CONHECE O PROGRAMADOR

Verdadeiras amizades demoram

DEVAGAR se vai ao longe

SLOWLY - Connect to the World!

Estilo de vida

VER

*Ping*
 
Surge uma mensagem. E agora? Respondes de imediato ou pensas um pouco antes de começares a escrever? Se optares por esperar, quanto tempo pode decorrer até começar a ser inapropriado?
 
Perguntas como estas também passaram pela cabeça de Kevin Wong, programador residente em Hong Kong. Tal como muitos de nós, Wong sentia‑se mal ao ler as mensagens e não lhes responder.

"Foi algo que, gradualmente, se tornou uma fonte de pressão", afirma Wong, que previamente tinha desempenhado o cargo de diretor criativo.

Tudo isto acabou por fazer com que Wong refletisse nos conceitos modernos da comunicação: será que todos os intercâmbios têm de ser instantâneos? Começou assim a recordar‑se dos tempos em que enviava cartas para os amigos por correspondência na escola primária.

"Lembro‑me da sensação de ansiedade por receber uma carta de alguém que nunca conhecemos." Foi assim que surgiu a ideia de recuperar esta sensação num telemóvel.

Wong começou a adquirir conhecimentos sobre o desenvolvimento de apps e, em quatro meses, criou a app SLOWLY. Para começar, os utilizadores apenas têm avatares para as respetivas contas. Nada de fotografias. Adicionalmente, as apresentações não incluem mais do que o país de origem e gostos pessoais, que a app usa para juntar potenciais amigos. No entanto, o que realmente distingue SLOWLY é a satisfação tardia que a mesma proporciona. As mensagens não chegam instantaneamente. Em vez disso, a app calcula tempos de espera de acordo com a localização. Por exemplo, uma carta proveniente de Hong Kong demora mais de 10 horas a chegar aos EUA e apenas três horas a chegar a um país do leste asiático.

Para melhorar a diversão, SLOWLY acrescenta a possibilidade de colecionar selos, o que incentiva a fazer mais amigos de regiões distantes, pois cada uma delas terá um selo exclusivo. Encontra um amigo por correspondência e ganharás outro selo.

Ao contrário das redes sociais convencionais, SLOWLY não gira em torno de perfis e selfies perfeitos. O design e a funcionalidade da app proporcionam uma forma única de te corresponderes com pessoas que nunca pensaste conhecer.

"Tenho um amigo que conheceu uma pessoa que diz ser um viajante vindo do futuro. Em cada carta, inclui uma premonição", afirma Wong. "As pessoas criam estas identidades virtuais para si mesmas e isso é muito interessante!"

Todas as cartas incluem apenas texto e, por isso, é como ler uma história com espaço para a imaginação preencher os detalhes.

A app deu uma reviravolta nas tendências das redes sociais convencionais e obteve críticas fantásticas. O sucesso da app foi um pouco surpreendente para Wong. "Muitas pessoas disseram‑me que não enviavam uma carta longa e atenciosa há séculos. Estavam chocadas por praticamente se terem esquecido de como escrever mais do que simples emojis e céleres «olá» e «adeus»."

Igualmente inesperadas são as amizades que se formam. Wong conta a história de um utilizador ansiosamente em busca de ajuda devido a problemas em iniciar sessão, pois tinha alguns amigos que escreviam todos os dias e com quem já tinha trocado mais de 300 cartas. Apesar de já terem partilhado os perfis de redes sociais entre si há muito tempo, continuavam a preferir o contacto através da app SLOWLY.

Com novos amigos vêm novas perspetivas. Partilhar a rotina diária com alguém que vê tudo de uma perspetiva cultural totalmente diferente pode revelar coisas novas ou que há muito estavam esquecidas. Tomemos a agitação das grandes cidades como exemplo. Faz com que alguns de nós se sintam em baixo, mas outros há que ganham vida. O mesmo é válido para a vida no campo. "Cada lugar tem aspetos positivos e negativos. É muito interessante descobrir o que cada cultura contribui para o diálogo", afirma Wong.

Contudo, Wong afirmou que era o apoio constante daqueles que desfrutam das longas missivas que o motivava a continuar a desenvolver a app.

Quanto ao futuro de SLOWLY, Wong mostra‑se entusiasmado. Espera acrescentar mais opções de avatar: tonalidades da pele, joias e acessórios, até animais e extraterrestres, além de uma versão para PC.

Se pretendes mudar de ritmo ou anseias pelo simples prazer de receber cartas, Wong lança‑te o convite para dispores de algum tempo e escreveres a um amigo novo. Uma partilha deste género é um processo a desfrutar, em particular se o fizeres com calma.

    SLOWLY - Connect to the World!

    Estilo de vida

    VER